Novidades

Empreendedores têm acesso à inovação com apoio do Sebrae/PR


Salas do Empreendedor de Francisco e Beltrão, apoiadas pelo Sebrae/PR, apresentaram ferramentas gratuitas para divulgação dos pequenos negócios na internet.
No início de março, Microempreendedores Individuais (MEIs) e empresários de Francisco… Leia Mais

Salas do Empreendedor de Francisco e Beltrão, apoiadas pelo Sebrae/PR, apresentaram ferramentas gratuitas para divulgação dos pequenos negócios na internet.

No início de março, Microempreendedores Individuais (MEIs) e empresários de Francisco Beltrão e Mariópolis, no sudoeste do Estado, puderam conhecer novos canais de divulgação, com ferramentas gratuitas oferecidas pelo Google para marcar presença digital com seus clientes. As iniciativas, com vistas a promover o acesso à inovação, resultaram da parceria entre as Salas do Empreendedor dos municípios, Prefeituras e Sebrae/PR, com oficinas com o tema “Atraia mais Clientes e Venda Mais com o Google”.

Conforme o responsável pelas oficinas, Hector Felipe Cabral, os eventos foram destinados a empreendedores e empresários que precisam dar visibilidade a seus negócios, mas não dispõem de verbas para investir em mídias pagas.

“Ao usar essas ferramentas gratuitas que o Google oferece, eles conseguem alcançar um certo posicionamento nas buscas e aumentar a visibilidade de suas empresas”, diz o especialista, que abordou conteúdos como Google Meu Negócio (plataforma para pequenos negócios), Google Drive, Google Agenda, YouTube, Google Maps e Local Guides.

“São ferramentas bem efetivas, principalmente para pequenos negócios que hoje, com o crescimento dos dispositivos móveis, precisam ser encontradas com mais agilidade pelos seus consumidores”, acrescenta Hector Cabral.

De acordo com o consultor do Sebrae/PR, Elizandro Ferreira, a intenção foi oportunizar aos empreendedores o acesso à inovação, utilizando formas de divulgação que podem ser utilizadas para melhorar os resultados das empresas e dos MEIs.

“Assim, com a possibilidade de aparecer de forma mais contundente na internet e serem facilmente encontradas por clientes e parceiros”, explica Elizandro. O consultor acrescenta que o Sebrae/PR procura, com a ação, demonstrar os benefícios e resultados que podem proporcionar aos negócios.

Francisco Beltrão

Em Francisco Beltrão, o evento aconteceu no dia 1º de março, no auditório do Centro Empresarial. Vinte e cinco pessoas participaram, segundo Angela Paludo, agente de desenvolvimento da Sala do Empreendedor de Francisco Beltrão.

“Parte do público era de MEIs que estão participando da Expobel (Exposição Feira Agropecuária, Comercial e Industrial de Francisco Beltrão), no Pavilhão dos MEIs”, detalha Angela.

A agente da Sala do Empreendedor de Francisco Beltrão acrescenta que há o interesse em incentivar os MEIs a pensar além da feira. “Que eles possam divulgar seus negócios na internet, que oferece outras oportunidades de comercialização”, completa.

Gicele Zancan Ribeiro, da Gi Lingerie, participou da oficina em Francisco Beltrão e está aplicando alguns dos conhecimentos obtidos para divulgar sua participação no Pavilhão dos MEIs da Expobel.

“Eu já utilizava o Facebook e o Whatsapp para vender, mas não conhecia as ferramentas do Google. Já fiz alguns cursos pagos, mas nunca recebi os conteúdos passados na oficina. Pretendo usar as ferramentas até para a oficina mecânica do meu marido”, revela. Giceli é MEI há aproximadamente cinco anos e confecciona, além de lingeries, moda praia e fitness.

Mariópolis

Oficina semelhante foi realizada no dia 2 de março, no auditório Thereza Centenaro De Bortoli, em Mariópolis. Trinta e duas pessoas estiveram presentes, com metade do público composto por MEIs e a outra, por empresários de micro e pequenas empresas.

“O que os participantes mais gostaram foi entender como funciona na prática a divulgação dos negócios no Google. Em conversas com várias pessoas que estiveram na oficina, muitas delas adiantaram que pretendem utilizar as ferramentas para divulgação na internet”, revela Solange Luza, agente de desenvolvimento e secretária de Indústria e Comércio de Mariópolis.

Viviane Borges da Silva é um bom exemplo. MEI desde 2012, trabalhando com personalização de produtos para presente e/ou brindes empresariais, ela confessa que andava desmotivada com o negócio após ter um equipamento danificado.

“Acabei desistindo de empreender, mas, neste momento, me sinto animada e mais confiante. Comprei novo equipamento, que está pra chegar a qualquer momento, pra voltar a trabalhar”, salienta.

Entre os conteúdos mostrados na oficina, Viviane planeja utilizar o Google Meu Negócio e elogia a ação coordenada pela Sala do Empreendedor de Mariópolis.

“Ótima iniciativa, pois um dos motivos do meu desânimo foi a falta de conhecimento de como divulgar. Quero vender on-line e enviar os produtos por correio”, completa Viviane.

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM https://goo.gl/9njXXs

Deixe um Comentário